free bootstrap templates
Mobirise

Bem-vindo a Monção, 
O Reino do Alvarinho

Situado no Noroeste da Península Ibérica, Monção é um destino extraordinário, algo mais grandioso do que poderias imaginar, que ao longo dos anos, foi afirmando a sua identidade, muito graças à riqueza do seu divino vinho Alvarinho. Um vinho e uma identidade inconfundíveis, profundamente ligados ao que perdura, distingue e faz recordar.
Neste reino, desde os tempos mais remotos, o vinho Alvarinho tem vindo a desempenhar um papel importante no desenvolvimento da civilização habitante. Sabe-se que, aqui, ele nasceu e cresceu, antes de qualquer registo, motivo pelo qual, por vezes, se confunde a história do reino com a história do vinho.
Feito com arte, é fruto da videira e do “saber-fazer” de um povo inigualável, acolhedor e generoso. Quis o tempo que se tornasse na união perfeita, que as raízes do Alvarinho germinassem nos habitantes do reino, de quem herdou o seu carácter e personalidade marcantes, transformando-se, assim, no produto de maior destaque de uma agricultura única no mundo.
Agora, mesmo conhecendo um pouco mais da história deste reino, lembra-te que a melhor e verdadeira maneira de a conhecer é sentindo-a, saboreando-a e vivendo-a.
E nada melhor do que a Feira do Alvarinho para o fazer!
Um evento com três dias de festa, onde tudo é esquecido e milhares de litros de Alvarinho são consumidos, muito graças aos incontáveis bagos de uva que sacrificam a sua polpa suculenta e de sabor especial, para proporcionar uma riqueza de extrema raridade, com cor citrina, aroma frutado e sabor delicado.
Tudo com um propósito: Conquistar o teu paladar.
Porque tu também escreves a história deste evento.
Como isto não fica por aqui, segue-nos nas redes sociais e fica atento às mensagens que o Reino do Alvarinho te vai enviando.
De uma coisa podes ter a certeza: Nunca estarás sozinho nesta viagem.

Monção espera-te.

Mobirise

Deu-la-Deu, a heroína do reino. Personagem lendária e imortal que salvou o território da invasão vizinha, no passado. Pela sua coragem e audácia, está intimamente ligada à história ancestral do reino e de Portugal, e o seu espírito humilde e lutador faz-se perpetuar no brasão de armas de Monção. Ela é o espelho de um reino rico em recursos, que domina a arte de dar e “bem receber”.

«”DEUS O DEU, DEUS O HÁ DADO”, em boa hora...e vos daremos mais, se pedirdes!», Deu-la-Deu.

Mobirise

O Bago-mestre não é senão o maior embaixador do ex-líbris do reino, do néctar divino que deu origem e é razão da maior Wine Party de Portugal: o vinho Alvarinho. Sempre trajado a rigor, é-lhe incumbido um cargo de grande responsabilidade, o de glorificar a qualidade e o prestígio do vinho originário da mais nobre das castas brancas portuguesas, bem como, a de preservar a autenticidade do território. Tudo isto com um simples propósito: conquistar o teu paladar, através de um vinho com sabor harmonioso e aroma distinto.
Pelo vinho Alvarinho, por Monção.

Mobirise

O Capitão Lampreia é um capitão heroico e afamado, com espírito de pirata. Um explorador e conhecedor profundo das águas do reino. A sua perna de pau, o olho de vidro e a cara de mau são prova de um pirata navegante, habituado a viver uma vida de aventura e liberdade, por mares e terras nunca antes navegados. Em Monção, onde encontrou o gosto pela pesca, é-lhe reconhecida a excelência da sua inteligência e também, as suas regras e constantes mudanças de espírito: à bordalesa, com cara arrozada, empanado, em escabeche e, ultimamente, muito cru, em modo sushi.
“Senhores e Senhoras, vós recordareis sempre a Feira do Alvarinho como a festa em que conhecestes o Capitão Lampreia”, Capitão Lampreia.

Mobirise

Coquinha, o lendário dragão do reino. Uma autêntica criatura, não só mitológica, que se diz representar as forças do mal. A ver pela sua apresentação, de cor verde aterradora, cabeça giratória, garras de unhas aguçadas, goelas abertas e língua afiada, faz sempre temer o pior. Mas o seu gosto sui generis por acessórios, principalmente brincos, põe tudo isso em causa. A ela, é-lhe dedicada um dos eventos culturais mais relevantes do reino: “O Combate da Coquinha de Monção”, onde se enfrenta ao seu maior inimigo, Jorge do Cavalo – O Cavaleiro do Reino. Se a vitória lhe sorrir, aproximam-se tempos de fome e miséria. Ainda bem que o destino do combate dita sempre o contrário.

Mobirise

Dona Rosca, a típica Sra. das Roscas de Monção. Doce e encantadora, assim como a famosa doçaria tradicional que vende, é uma das personagens mais características do reino. O amor e a dedicação que emprega no seu ofício, através de um “saber fazer” geracional e umas mãos experientes, exprime-se no sabor delicioso das suas roscas, rosquilhos e papudos. Com uma vida inteira dedicada à produção destes produtos artesanais, é o exemplo vivo de uma terra de rosqueiras.

Mobirise

“A Maravilha”, a principal maravilha do reino. Tem um gosto especial por banhos, que se traduz em cerca de três a quatro esfregas por dia, e apresenta-se como um dos bens mais preciosos do reino, com enorme importância para a gastronomia local e relevância para o património cultural imaterial. Criada e mimada, desde cedo, com muita arte e carinho, ela reflete bem o caráter afável e bem disposto dos habitantes.

Mobirise

João da Raya, também conhecido como o poeta d’a Galiza mail’o Minho, é o poeta maior do reino. Apresenta um semblante intelectual e é dono de um bigode gigante, que espelha o seu estilo e a sua sabedoria. De todos os seus recursos, enquanto poeta, destaque para a escolha excêntrica dos locais onde declama a sua poesia, que muitos dizem ser mágica e encantadora. Incontestável e fervoroso no amor à terra, é dele a célebre expressão, “Amo a minha terra e tenho-a endeusado como um bom filho”. Quanto dariam outras terras por ter o amor de tal filho?   

Mobirise

Jorge do Cavalo, o cavaleiro do reino. Um jovem guerreiro, de gentil disposição e grandes forças, que nasceu para os lados do oriente, no seio de uma família rica. Chegou ao reino conhecido como São Jorge, por causa dos seus feitos e desejoso de vencer o mal e fazer reinar o bem, mas aqui, desde cedo, o apelidaram de Jorge do Cavalo, por nunca se separar do seu fiel amigo. No dia da maior festa do seu inimigo, “O Combate da Coquinha”, o povo celebra sempre a sua vitória, com a esperança de uma boa colheita de vinho Alvarinho.

FEIRA DO ALVARINHO DE MONÇÃO

A Feira do Alvarinho de Monção, realizada habitualmente no primeiro fim de semana do mês de julho, é um evento dedicado à promoção e comercialização do vinho Alvarinho.

Ao longo de três dias, o Parque das Caldas, cenário incrível que acolhe o evento e o identifica e distingue dos demais, é visitado por mais de 100 mil pessoas, oriundas dos quatro cantos do mundo, que rumam a Monção, com o desejo de sentir o ambiente e o espírito deste evento único no país.

Este evento reúne cerca de uma centena de expositores, entre os quais, produtores de vinho, tasquinhas, fumeiros, queijaria e doçaria tradicional, expositores de artesanato, instituições sociais, culturais e desportivas e patrocinadores oficiais. De destacar, também, a existência de uma zona de restauração, espaço onde estão presentes alguns dos restaurantes do concelho e se promove o prato típico de Monção, a “Foda à Monção”, um espaço lounge, um espaço infantil, um espaço destinado à Eprami.com, uma sala de provas, uma área para workshops de culinária, um posto médico e um posto de informação.

Para acompanhar o Alvarinho e os petiscos tradicionais, a organização programa atividades de animação e convívio. Além de folclore regional, bombos, concertinas, cavaquinhos e charangas, salienta-se a presença de grupos musicais e dj’s.

“A Feira do Alvarinho”, assim como é conhecida, dada a sua singularidade, visa, acima de tudo, defender e valorizar o vinho Alvarinho, reforçando a sua condição de instrumento estratégico na competitividade económica da região, e constituir-se como um espaço de divulgação da atividade empresarial e associativa da região, servindo de “montra” para a dinamização do mundo rural e apresentação, valorização e comercialização de produtos/artigos locais e regionais.

Feira do Alvarinho, A Maior Wine Party de Portugal. 

Mobirise
Mobirise
Mobirise
Endereço

MUNICÍPIO DE MONÇÃO
Largo de Camões
4950 – 440 Monção

Contactos

Email: gap@cm-moncao.pt            
Phone: +351  251 649 000
Fax: +351  251 649 010

Horário funcionamento

De Segunda a Sexta-Feira
Das 09h00 às 17h00